Leitores Online

23 de fev de 2018

Licitação Corrupta


É de praxe os governantes políticos solicitarem verbas para compras de veículos e outros materiais que estão sucateados ou faltando nas repartições públicas através de licitações com empresas de cartas marcadas.

É o caso das ambulâncias do SAMU que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros governantes compraram em sua gestão governamental, foram centenas de ambulâncias através de verbas milionárias que parecia estar ajudando a saúde pública a sair daquela calamidade de sucateamento das ambulâncias e falta de atendimento ao público. 

Dava a impressão que a verdadeira intenção era ajudar os hospitais públicos e suprir as necessidades da população carente. Qual nada! Por trás disso tudo, havia interesses ocultos em recebimento de propinas e superfaturamento na compra milionária de centenas de ambulâncias, que logo, foram parar em lugares impróprios e abandonados em logradouros desertos causando desgastes nessas viaturas de pronto atendimento e usurpação de peças e equipamentos numa dilapidação do patrimônio público.

Ficou comprovado que esses políticos não estão interessados no bem estar da população e sim, nas verbas milionárias ou bilionárias que lhes dão propinas vultosas através das licitações.

Já houve casos de licitações de equipamentos hospitalares caríssimos e modernos e que, até hoje, não foram instalados e muito menos usados no SUS em benefício do povo, ficando em salas e corredores ainda embalados se deteriorando; qual o motivo da solicitação para adquirir um aparelho hospitalar tão caro e não instalar para benefício público. Simplesmente corrupção e um objetivo político de destruir o patrimônio e as verbas governamentais deixando o Estado ou o país sem condições de governabilidade para continuar a pedir mais verbas ao governo federal para alimentar a ganância e a máfia dos políticos no governo que não querem que o Brasil tenha superávit e sim, déficit. 

Agora estamos vendo no governo de Michel Temer o sucateamento das viaturas das polícias militares e civis do Rio de Janeiro e o pedido de novas viaturas para combater a criminalidade naquele Estado.

Por que os governantes não procuram conservar a manutenção dessas viaturas em condições de servir ao público em vez de deixar no abandono se tornando sucatas e impróprias ao uso? Não há interesses na manutenção da frota veicular porque o objetivo é destruir para conseguir adquirir uma licitação milionária de uma nova frota. O que querem realmente é dinheiro público fácil nos bolsos.

Isso vem acontecendo em todas as repartições governamentais, quanto pior melhor, esse é o lema da política corrupta, entreguista, traidora, pirata, irresponsáveis, etc.








Por: Ernani Serra
Pensamento: Todos esses vícios são chamados de Improbidade Administrativa.
Ernani Serra